Porque acumulamos cada vez mais gordura localizada

2 Comments

Acredito que, principalmente na ala feminina, em algum momento nos perguntamos o por quê de acumularmos cada vez mais gordura localizada. Sim, existe uma explicação simples e lógica para que isso aconteça.

Todas as pessoas nascem com tendência a acumular gorduras em certos locais do corpo. Para alguns na barriga ou nas costas, para outros nos culotes ou quadril. Não importa. Cada um tem no seu DNA uma certa distribuição de gordura corporal que privilegia – infeliz ou felizmente – uma ou outra área.

Dito isso, o que acontece quando ingerimos mais calorias do que nosso corpo precisa? Exato. Elas vão direto e reto para essas áreas e se acumulam em forma de gordura. Não qualquer gordura, mas aquela que mais dá trabalho pra eliminar.

O motivo para isso é que, apesar de acumularmos gordura localmente, quando colocamos o nosso corpinho para suar ele gasta gordura de forma distribuída. Ou seja, você acumula mais gordura nas áreas onde tem tendência, mas quando gasta isso acontece de forma geral.

Entendeu agora?

Daí que você só resolve esse problema comendo menos caloriasde preferência do tipo mais inteligente, que traz algo de bom para o seu organismo e a sua saúde – e fazendo exercícios. E não aposte todas as suas cartas nos aeróbicos (que são super importantes, é verdade), a musculação é uma aliada poderosa na hora de trocar gordura por músculos e acelerar o metabolismo.

©mulherde30

© mulher30.com.br

::::::::

Leia também:

Advertisements

Porque a musculação é tão importante

2 Comments

Muita gente ainda acredita que fazer exercícios de força ou musculação não emagrece. Nada está mais longe da verdade. Exercitar de forma correta os músculos do corpo faz com que se gaste mais calorias em tudo o que se faz. Gasta-se mais inclusive quando não se está fazendo nada.

Essa queima maior de energia causada pela aceleração do metabolismo basal acontece porque os músculos gastam muito mais calorias do que a gordura. Enquanto 1 gr de gordura gasta 2 calorias para existir, 1 gr de músculo gasta 9. O que significa que quanto mais músculos e menos gordura o corpo tiver,  mais fácil será para emagrecer (se você toma cuidado com o que e com quanto come, claro).

músculos versus gordura

Músculos são muito mais densos que gordura, ou seja, ocupam menos espaço com o mesmo peso. Na foto acima: 10 kgs de gordura versus 10 kgs de músculo.

Os benefícios não são apenas esses. Eles têm a ver com saúde também, com uma vida mais ativa e um corpo que realiza os movimentos necessários para que se “funcione” melhor. O agachamento, por exemplo, trabalha a musculatura responsável por nos sentarmos e levantarmos com firmeza e rapidez. Quando seus músculos estão saudáveis e fortes fica mais fácil realizar as tarefas do dia a dia: subir escadas, abrir portas, segurar sacolas, ficar de pé etc.

Além disso, os músculos são os responsáveis por estabilizar os movimentos do corpo, segurando os ossos e os órgãos internos. Para quem corre, por exemplo, um estudo publicado por pesquisadores da Calgary University, no Canadá, diz que a falta de fortalecimento muscular da região do quadril é a principal causa de lesões nos joelhos e abaixo deles sofridas por corredores. Os músculos dessa região são responsáveis pela estabilização das pernas durante a corrida. Se estão enfraquecidos ou ficam fatigados facilmente, o controle da perna é menor e o risco de se machucar aumenta. Até mesmo problemas como a tendinite de Aquiles e dores na sola do pé têm muito mais a ver com músculos fracos do que do que com quantos quilômetros o atleta corre segundo a pesquisa.

A boa notícia é que os resultados acontecem mesmo quando os exercícios musculares são realizados fora da academia, com nenhum ou muito pouco equipamento, usando o próprio corpo como peso. Ou seja, todo mundo pode fazer. Não tem desculpa.

Nem sempre o que se vê no visor da balança é fiel ao que se percebe no espelho.

Posso servir de exemplo: durante aproximadamente 6 meses caminhei no parque e fiz agachamentos em casa. Até lancei aqui a ideia dos 100 agachamentos por dia como forma de melhorar ou manter a boa forma. Os resultados (nos números bem precisos de minha segunda desintometria de massa corporal total) chegaram ontem: redução de 2 kgs na balança. Melhor: foram embora 3,1 kgs de gordura e ganhei 1,5 kg de massa muscular.

Nem sempre a balança é sua melhor amiga na hora de falar sobre as boas transformações que estão acontecendo no seu corpo. É preciso avaliar a troca de massa gorda por massa magra, as medidas, fatores muito mais importantes do que o valor no visor da famigerada medidora de peso.

Então anime-se e tire a responsabilidade pelo seu bem-estar físico das mãos de outras pessoas. Você pode, sim, começar hoje a melhorar a imagem que vê no espelho.

::::::::

Leia também:

Hibisco com gengibre: tchau inchaço, oi metabolismo acelerado

Leave a comment

O chá de hibisco é um dos queridinhos de quem quer eliminar as toxinas do corpo e, de quebra, emagrecer alguns quilos.

Com propriedades diuréticas e levemente laxantes, em combinação com o gengibre ajuda a acelerar o metabolismo e pode se transformar em um bom aliado para turbinar a sua perda de peso. Além disso, o hibisco é rico em flavonóides, o que o torna um poderoso antioxidante, ajudando a combater os radicais livres, proteger o coração de doenças e a pele do envelhecimento.

A receita é super simples: 1 colher de sopa da erva, duas rodelas de gengibre. Jogue na água prestes a ferver, desligue o fogo, tampe o recipiente e deixe descansar por cerca de 3 minutos. Coe e beba, se possível, sem açúcar. Se não conseguir, melhor adoçar com mel ou xarope de agave.

Algumas dicas importantes para ter melhores resultados:

  • De preferência para a erva seca a granel inteira e ao gengibre fresco;
  • Não deixe descansar mais do que 3 minutos pois após esse tempo o calor ativa substâncias na erva que deixam o chá amargo;
  • Tome logo depois de pronto, para manter as propriedades terapêuticas, ou conserve em geladeira até  no máximo 8 horas;
  • Para eliminar mais toxinas e acelerar a queima de gordura, tome uma xícara 20 minutos antes de fazer exercícios aeróbicos;
  • Para melhorar a digestão e diminuir o inchaço, tome uma xícara 1 hora antes do almoço e do jantar.

Preste atenção: a flor de hibisco usada no chá é a do hibiscus sabdariffa, que é diferente da flor ornamental hibisco rosa-sinensis, muito comum em jardins.

E lembre que o chá é apenas mais um aliado na sua busca por um corpo saudável e bonito. É preciso fazer exercícios e cuidar da alimentação para que se alcance os melhores resultados!  ;-)

::::::::

Leia também:

Comer ovos no café da manhã ajuda a controlar a fome

1 Comment

Nem todo mundo gosta de comê-los no café da manhã mas um novo estudo mostra que ingerir ovos na primeira refeição reduz a fome e o número de calorias ingeridas no almoço e durante todo o dia.

A pesquisa mostrou que homens que consumiam um café da manhã prioritariamente composto por ovos comeram menos calorias no almoço comparados a outro grupo que ingeriu o mesmo número de calorias no café da manhã em forma de bagels (um pão em forma de rosca muito comum nos Estados Unidos).

O estudo também mostrou que pessoas acima do peso colocadas em uma dieta reduzida em calorias e que comeram ovos no café da manhã eliminaram 65% mais peso e se sentiram com mais energia do que aqueles que comeram os bagels – o que confirma a importância de incluir proteínas de qualidade em todas as refeições, mas principalmente no café da manhã, para manter a fome controlada.

Eu, que agora costumo começar meus dias com um bom copo de suco verde, vou tentar ficar mais amiga dos ovos pelas manhãs.

Fonte: Health Research Report

::::::::

Leia também:

50 coisas que você pode fazer para queimar calorias

Leave a comment

Para ajudar a queimar as calorias consumidas nas escapadas para o sorvete ou a caipirinha, você não precisa focar sua atenção somente na academia. Existem muitas atividades além das combinações tradicionais de musculação com esteira ou bicicleta que vale a pena experimentar. Tudo o que faz o corpo mexer, gasta energia e entra para a conta no final do dia.

A lista de sugestões é grande. Se você adotar cinco dessas medidas por dia, dá para eliminar quase meio quilo por semana. Pra valer emagrecimento precisa ser todo dia, hem!

  1. Brinque durante 17 minutos de tentar arrancar uma bola das mãos de alguém (ou resista que tirem ela de você).
  2. Troque de roupa 16 vezes, gastando 3 minutos para vestir cada look (você vai se sentir modelo em dia de ensaio fotográfico).
  3. Dance em ritmo acelerado por 23 minutos sem parar.
  4. Faça sexo no estilo bem comportado por 67 minutos, estilo papai-e-mamãe.
  5. Apimente com 35 minutos de preliminares e 45 minutos de sexo em diversas posições.
  6. 25 minutos de masturbação têm o mesmo efeito.
  7. Nade calmamente por 41 minutos.
  8. Nade peito 10 minutos dando 250 braçadas.
  9. Plante 27 bananeiras embaixo d’água.
  10. Leve seu cachorro para passear por 40 minutos caminhando a cerca de 4 km/h.
  11. Acelere na yoga e alterne a posição do gato, da vaca e do cachorro invertido 13 vezes, mantendo cada uma por 30 segundos.
  12. Faça 600 embaixadinhas.
  13. Jogue vôlei de praia por 13 minutos.
  14. Assista a um filme com mais de 1h30 de duração. Se for de ação, melhor.
  15. Fique se mexendo enquanto vê tevê por 40 minutos. As pessoas inquietas consomem cerca de 350 calorias a mais por dia do que as sossegadas.
  16. Surfe em águas tranquilas por 35 minutos.
  17. Empine pipa por 20 minutos.
  18. Pilote um kart por 30 minutos. Se estiver calor, 20. O esforço que se faz para se manter na pista é enorme.
  19. Suba 500 degraus.
  20. Faça 11 minutos de simulador de subida de escada na academia.
  21. Assista a algo muito engraçado. Dez minutos seguidos de gargalhadas queimam 40 calorias.
  22. Vá ao supermercado e faça as compras do mês.
  23. Coma pratos apimentados por dois dias. Isso aumenta a taxa metabólica do corpo.
  24. Mastigue goma de mascar sem açúcar por nove horas.
  25. Lave seu tênis à mão, esfregando bem, por 50 minutos.
  26. Jogue Wii tênis por 13 minutos. Ou jogue tênis de verdade por oito minutos.
  27. Assista ao DVD de Ivete Sangalo ao vivo e dance do começo ao fim.
  28. Caminhe no parque por 51 minutos.
  29. Mande e-mails por 68 minutos.
  30. Carregue uma mochila pesada por 15 minutos.
  31. Beba três xícaras de chá verde em 24 horas.
  32. Beba 12 copos de água gelada por dia.
  33. Pedale a 30 km/h por sete minutos.
  34. Faça spinning por 15 minutos.
  35. Faça uma massagem em alguém querido por 25 minutos.
  36. Jogue queimada por 45 minutos (acho que descobri porque era mais fácil manter a linha quando eu estava no colégio…).
  37. Jogue frescobol por 25 minutos.
  38. Faça 50 minutos de musculação.
  39. Faça 12 minutos de polichinelos sem parar.
  40. Pule corda por sete minutos.
  41. Acorde no meio da noite para alimentar seu bebê por 30 minutos.
  42. Ande com ele pela casa por 24 minutos.
  43. Dance 5 músicas sem parar do CD Hardy Candy de Madonna.
  44. Passe pano no chão por 40 minutos.
  45. Passe roupa por 45 minutos.
  46. Aspire por cinco minutos o interior de seu carro e depois encere a lataria por 20 minutos.
  47. Rebole no bambolê por 25 minutos.
  48. Ande de patins por 15 minutos.
  49. Jogue boliche por 35 minutos.
  50. Sente de maneira confortável e respire profundamente por 1 hora e 45 minutos.

Animou? Então mexa-se! :)

::::::::

Leia também:

 

Calcule quanto tempo você vai precisar para emagrecer

Leave a comment

Uma das perguntas mais frequentes quando se está em processo de emagrecimento é: quanto tempo será preciso para eliminar os quilos a mais?

A resposta é um pouco óbvia. Vai depender muito do seu esforço pessoal para atingir a sua meta. Sabendo quantas calorias você gasta a mais do que você consome é possível calcular qual será, em média, o tempo necessário para entrar e ficar linda naquela calça tão sonhada.

Primeiro, transforme o valor que você quer perder em calorias. Para isso, multiplique o peso em gramas por 6. O resultado é a quantidade de calorias que você precisa queimar (comendo menos ou fazendo exercícios) para alcançar seu objetivo. Se você quer perder 10 kgs, precisa eliminar 60.000 calorias (10.000 x 6).

ilustração Monica MarchAgora você precisa calcular sua taxa metabólica basal (TBM), que é o número de calorias que você gasta todos os dias apenas para que seu corpo funcione, sem contar qualquer tipo de atividade física. Com esse número em mãos, some as calorias que você queima com exercícios (se não malhar todos os dias, faça uma média da semana e some o resultado). Se você gasta, por exemplo, 2500 calorias por dia e quer emagrecer, precisa consumir menos calorias para alcançar a meta de eliminar as 60.000 calorias determinadas pela primeira conta. Se consumir cerca de 2000 calorias/dia, a diferença será de 500 calorias/dia. Ao dividir 60.000 por 500, chegamos a 120 – número de dias que serão necessários para chegar ao seu peso desejado – ou 4 meses.

É importante levar em conta que esse cálculo só vale se você perder as 500 calorias TODOS os dias desses 4 meses, ou seja, aqui não estão incluídas as escapadas de fim de semana, o jantar com os amigos, a festa de aniversário do sobrinho. Se você tiver eventos especiais, para manter a perda de peso será preciso compensar e não ultrapassar as calorias ingeridas. Ou malhar com maior intensidade.

::::::::

Leia também:

Melhore o rendimento com música

2 Comments

© Agustina Guerrero

© Agustina Guerrero

O poder que a música tem de isolar o nosso pensamento é um velho conhecido dos tempos modernos e seus ruídos indesejados. Usamos para relaxar no caminho do trabalho, para descansar nos momentos de lazer, para dançar até o sol raiar e chacoalhar o esqueleto – e muitas vezes também na rotina de exercícios físicos.

Além de toda a sensação de prazer que é capaz de proporcionar, estudo publicado na Revista Brasileira de Psicologia do Esporte, do pesquisador Marcelo Bigliassi, mostrou que a música também pode melhorar o rendimento dos corredores quando utilizada com base em seu ritmo ou, mais especificamente, no número de batimentos por minuto (bpm).

Não existe estilo predeterminado, o importante é escolher músicas cujo ritmo, se não for possível medir os bpms, seja parecido ao número de passadas que se dá por minuto. Para descobrir o seu, conte durante um minuto cada vez que pisar com o pé direito no chão e depois multiplique por dois.

Segundo o especialista, para uma corrida de maior intensidade uma variação média de 120 a 145 bpm é o ideal, entre 115 e 125 para caminhar em velocidade moderada e até 100 bpm para caminhar em ritmo leve. O segredo está em escolher melodias que, quando se ouve, dão um gás a mais para continuar.

Para quem está se perguntando como descobrir o ritmo de uma música, sim, já existem aplicativos de celular para medir bpms. Um deles é o BPM, para iPhone (também funciona no iPad). Para celulares com sistema Android há o Live BPM.

Gasparian: campeão na iTunes Store brasileiraExistem milhares de playlists prontas para download disponíveis no iTunes para facilitar a vida de quem não tem tempo para ir atrás de músicas. Eu, pessoalmente, indico os podcasts do DJ Ronaldo Gasparian, alguns deles produzidos especialmente para manter o ritmo na corrida – os já famosos running sets com 128 bpms fixos. Esse luxo ainda é gratuito: você pode baixar pelo iTunes ou diretamente em mp3 na página oficial dele.

Então escolha a sua seleção, aperte o play e acelere o passo!

::::::::

Leia também: