6 mitos sobre sono: o que você não sabe pode te deixar acordado a noite toda

Leave a comment

Todos sabemos que o sono é importante. Mas muita gente entende pouco sobre o assunto e acaba por se basear em mitos. Às vezes existe um pouco de verdade neles, mas quando estão errados o resultado pode ser desastroso: noites cansativas em que não se consegue descansar da maneira como se deveria.

Os seis mitos mais comuns sobre o sono:

  1. Tirar pequenas sonecas prejudica seu sono à noite > Na verdade, sonecas curtas – de 15 a 30 minutos – durante o dia podem recuperar o poder e a performance do cérebro fazendo com que se consiga seguir bem durante o dia e dormir melhor à noite. Mas é preciso que sejam curtas e tranquilas. Nada de dormir por duas horas no meio do dia, pois isso pode comprometer o seu sono.
  2. Precisamos de oito horas de sono à noite > Os médicos normalmente recomendam que se durma oito horas para que as pessoas se sintam na sua melhor forma. Tente sete e meia. Um estudo recente descobriu que quem dorme entre 6.5 e 7.4 horas por noite vivem mais do que quem dorme por 8 horas ou mais.
  3. Não se deve comer depois das 20h > Aquela pipoca das 21h não vai atrapalhar o seu sono. Nem sempre comer tarde da noite leva a dormir mal. O mais importante não é o horário e sim o que você está comendo. Sobremesas, café e açúcar serão provavelmente péssimas escolhas. Um estudo recente feito em ratos mostrou que comer carboidratos, o que eleva o nível de insulina no sangue, reseta o mecanismo responsável por dizer ao corpo quando acordar e quando dormir. É preciso apenas prestar atenção nas quantidades e se aquele alimento que se está ingerindo não é causador de indigestão para quem o está ingerindo.
  4. Você pode compensar o sono > Tem um débito grande de sono? Muitas pessoas tentam consertar esse déficit dormindo mais nos fins de semana. Isso provavelmente não vai funcionar para quem está em privação de sono crônica, ou seja, quem dorme pouco repetidamente. Uma alternativa melhor é tentar tirar sonecas durante o dia ao invés de esperar o fim de semana para dormir até o meio-dia.
  5. Quanto mais velho você é, menos sono você precisa > Existe uma ideia de que as pessoas mais velhas não precisam dormir tanto quanto os jovens, mas isso é uma lenda. Adultos mais velhos precisam de tanto sono quanto pessoas mais novas. Se uma pessoa precisa de sete horas de sono quando tem 30 anos, precisa de sete horas também aos 70. Um sono pobre pode ser sinal de outros problemas como apnéia, mal de Parkinson, artrite reumatóide, entre outros. Não aceite simplesmente que dormir pouco é normal.
  6. Exercícios curam insônia > Pessoas que sofrem com a insônia tentam de tudo para reverter esse problema. Muitos acreditam que uma boa sessão de exercícios pode curar sua inabilidade para dormir. Mesmo ajudando muito, exercitar-se não é a resposta para todos os problemas de sono como muitos esperam que seja. Exercícios não curam insônia, mas se exercitar ou se manter ativo por 30 a 60 minutos todos os dias pode ajudar a melhorar a qualidade do sono.

O melhor a fazer em casos de insônia crônica e privação extrema de sono é procurar um médico e descobrir a causa do problema. Dormir é importante demais para a saúde e deve ser tratado como prioridade.

[Matéria original]

::::::::

Leia também:

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s